5 dicas para escolher materiais de construção para a reforma da sua casa

Reformar a casa é o sonho de muitas pessoas, mas para que esse projeto seja bem sucedido é necessário tomar algumas precauções. A primeira delas é em relação aos materiais de construção. Afinal, comprar produtos sem nenhum critério pode comprometer a obra e causar mais gastos no futuro. Confira algumas dicas para não ter dor de cabeça com a obra:

Marca - dê preferência a marcas que você já conheça ou que seus amigos tenham recomendados. Não compre às cegas, pois a qualidade pode não ser tão boa. Se a compra for feita pela internet, filtre as opções por “mais vendidos” e tenha acesso aos produtos mais reconhecidos.

Fora de linha - eventualmente, as lojas lançam promoções que produtos fora ou que vão sair de linha. O preço pode ser até atrativo em um primeiro momento, mas é importante considerar se o produto pode vir a precisar de reposição no futuro. Um exemplo são os azulejos que costumam ser fabricados por coleções e quando acabam não há mais como adquirir um modelo igual.

Dispositivos elétricos - itens como fusíveis, cabos e disjuntores precisam ter a tensão correta a que se destinam e o nome do fabricante. Também é preciso observar que as partes que conduzem energia devem ser de cobre e não de material ferroso.

Areia e cimento – estes materiais tendem a endurecem muito facilmente. Por isso, o ideal é não comprar esses produtos com tanta antecedência e não optar pelos materiais úmidos.

Tintas - se possível, consulte um especialista para saber o quanto irá precisar de tinta. Ao fazer a compra, observe o prazo de validade e o tipo mais adequado para o local que será pintado. A tinta acrílica, por exemplo, é perfeita para áreas úmidas, como banheiro e cozinha. Para evitar dúvidas futuras, anote o código da cor e do tom da tinta escolhida.

Adaptado de: mercadoimobiliario.net