4 dicas para prevenir e acabar com o mofo

O mofo ou bolor são causados pela ação dos fungos que proliferam em ambientes quentes, úmidos e com pouca luminosidade. Ou seja, onde há umidade em excesso pode haver mofo. E essa umidade pode vir de um encanamento furado ou de banhos quentes – onde ocorre um excesso de vapor com pouca ventilação.

Para se livrar de vez do mofo, é preciso removê-lo da maneira correta, caso contrário ele continuará a crescer sob o novo revestimento, comprometendo a qualidade da pintura e do acabamento. Confira quatro dicas certeiras para solucionar esse problema:

1. PREVENIR É A MELHOR SOLUÇÃO - Geralmente as manchas aparecem nas paredes e/ou no teto, mas é importante observar que a porta de entrada da água na casa está nos alicerces e lajes de cobertura, por isso estas áreas devem ser impermeabilizadas sempre. Uma impermeabilização eficiente protege a casa de toda a umidade e o ideal é que seja feita antes do acabamento.

2. MAS E SE O PROBLEMA JÁ EXISTE, COMO SOLUCIONAR? Para recuperar uma parede mofada o primeiro passo é realizar a limpeza e a desinfestação do local. Após a secagem deve-se utilizar produtos de impermeabilização específicos para combater e proteger a parede contra a umidade.

3. A UMIDADE PODE ESTAR VINDO DE FORA - Neste caso é fundamental impermeabilizar as paredes externas e a laje para evitar que a água entre em sua casa.

4. QUANDO PEDIR AJUDA? Se a umidade e o bolor estiverem em um processo muito severo, comprometendo a resistência da argamassa, com esfarelamento ou desplacamento da parede, pode estar acontecendo um problema mais grave. Neste caso o ideal é contar com a ajuda de um especialista para avaliar a situação e indicar o procedimento mais adequado.

Adaptado de: revistacasaejardim.globo.com